Voltar

30 de maio de 2024

Como fazer uma lavagem nasal: conheça o passo a passo


Clock 4 minutos de leitura
Mulher doente em casa

Saber como fazer lavagem nasal é importante para a saúde respiratória. A técnica pode auxiliar na remoção de secreções, alérgenos e micróbios existentes nas cavidades nasais, contribuindo em quadros de alergias, rinites, sinusites e resfriados. 

Pensando nisso, a Farmácia Indiana elaborou um guia com tudo o que você precisa saber sobre lavagem nasal: o que é, o que precisa para fazer e quais são os passos para a aplicação.

Se você quer conhecer os detalhes do método, siga a leitura e aproveite!

Separe o material necessário para a lavagem nasal

Antes de mais nada, para realizar a lavagem nasal, é necessário ter o material correto, que, normalmente, é o soro e aplicador.

Entretanto, é necessário compreender as necessidades do soro e também do aplicador. Então, olha só como é feita a escolha de cada um deles.

A escolha do soro para lavagem nasal

Existem três tipos de soro: solução fisiológica, ringer lactato e glicosado. Para lavar as narinas, a primeira opção, também chamada de solução salina, é a recomendada.

Nunca use água para fazer a lavagem nasal, pois a mesma não possui o pH adequado para o nariz. O cloreto de sódio 0,9%, ou soro fisiológico, é a solução salina que contém a concentração correta de água e sal para a limpeza nasal.

Existe também o descongestionante que já vem com o pote com bico para aplicação e com o produto dentro, com a solução nasal pronta.

O Sinustrat e o Rinisone são alguns exemplos. São práticos e úteis para carregar na bolsa e usar quando não estiver em casa – entretanto, seu uso deve ter uma indicação médica. 

Os tipos de aplicadores para lavagem nasal 

Para aprender como fazer lavagem nasal é essencial compreender os tipos de aplicadores. Cada um dos itens atende uma situação específica.

  • Garrafa de lavagem nasal: tem formato ergonômico e resistente, ajuda a controlar pressão e volume da solução. Algumas são vendidas com formatos e desenhos infantis ou com estampas neutras;
  • Seringa para lavagem nasal: são projetadas sem agulha, com um bulbo de borracha ou silicone em uma extremidade e uma ponta estreita no outro extremo. Os bicos de silicone permitem uma aplicação mais confortável;
  • Lavador ou higienizador nasal: é um frasco que vem com um bico, que ao ser pressionado jorra o soro;
  • Lota em cerâmica: é um recipiente feito em porcelana naturalmente na cor branco gelo, seu formato lembra uma pequena chaleira. 

Passo a passo para a lavagem nasal

Os passos de como fazer lavagem nasal são simples, entretanto, devem ser realizados com atenção para não gerar desconforto e assim se obter um bom resultado.

A forma de posicionar a cabeça para aplicar o produto é muito importante. Cabe ressaltar que nesse caso, o soro deve sempre ser usado em temperatura ambiente ou morno, nunca gelado.

Passo 1: prepare a solução

Você pode comprar o soro pronto nas farmácias, como pode também preparar uma solução salina em casa. Para isso, você pode ferver meio litro de água, e depois adicionar uma colher de chá de sal.

Passo 2: posicione-se corretamente

Incline a cabeça para o lado oposto da narina na qual será aplicada a solução. A inclinação é importante, pois, no momento de aplicar o soro, ele precisa sair pela outra narina. 

Passo 3: aplique a solução 

Com a cabeça inclinada, posicione o aplicador na entrada da narina e injete o soro até que saia do outro lado. 

Em crianças é recomendado usar 5ml a cada aplicação e deve-se aplicar com força menor, pois o canal que liga o nariz até a orelha é mais curto, por isso, se o processo for feito com muita pressão e quantidade acima do indicado, pode causar pequenos danos.

Passo 4: repita se necessário

Normalmente, o recomendado é realizar a lavagem nasal três vezes por dia. Entretanto, se estiver com quadro forte de gripe ou com muita coriza, pode-se realizar o procedimento até oito vezes.

Se o soro não saiu pelo outro lado ao aplicar a solução, pode ser porque a quantidade usada foi pouca, posição errada da cabeça ou algo que possa impedir a descida do líquido, como inflamação, adenoide ou desvio do septo nasal. 

Já que mencionamos a gripe, você sabe como funciona a vacina para gripe? Clique e confira!

Dicas para realizar a lavagem nasal

  • Antes de aplicar o soro, respire antes, isso evita a sensação de afogamento;
  • O aplicador deve ser lavado após o uso;
  • Se o soro não sair do outro lado e causar desconforto, você pode assoar o nariz para retirar a solução;
  • É importante expelir toda a solução nasal para evitar irritações ou infecções;
  • Assoe o nariz antes de aplicar o produto;
  • A lavagem nasal pode ser realizada para melhorar o fluxo do sistema respiratório;
  • Se mesmo ao lavar as narinas de forma diária, você continuar com problemas, o indicado é procurar uma orientação médica.

Com essas dicas você pode fazer uma limpeza nasal de forma eficiente e correta. Esses passos são essenciais para se ter um alívio na respiração, principalmente em dias mais secos. Em casos de sintomas ou outras dúvidas, é aconselhável consultar um profissional da área de saúde, para os cuidados indicados. 

Gostou de saber os detalhes da lavagem nasal? Sim?! Então continue navegando pelo nosso blog! Por aqui, você encontra diversos outros temas que podem facilitar e aprimorar sua saúde!

Aproveite!


Clock 4 minutos de leitura